Textos, Imagens, Humor, Críticas, Literatura, Música, Filmes, Séries, Desenhos, Quadrinhos, Internet, Notícias e alguma sacanagem sadia...

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

BadernaCast #08 - Falamos sobre o seriado Chaves!


O BadernaCast é o podcast coletivo no qual participo, e foi criado para o Blog OUltrabadernista de Alexandre Lessa (o Pimp Mal) e integrado por mim e pelo amigo Rafael Frassetto.

Sem querer querendo, nos reunimos nesta edição para falar de um ícone da televisão brasileira: Chaves! Com mais de 30 anos de exibição, o programa entra fácil na lista dos mais vistos por todo mundo. A série mexicana já extinta, produziu um número incontável de episódios que fez desde a criança mais novinha ao adulto mais velho sorrir de forma sincera. Personagens como um menino órfão que mora dentro de um barril, um garoto mimado vestido de marinheiro, uma menina espivitada dona de um choro escandaloso, um homem franzino e raquítico que foge de 14 meses de aluguel, uma dona de casa invocada que vive andando com bobs no cabelo e uma velha que mais parece uma bruxa compõem uma pobre vila, que era sempre visitada por um alto professor chamado de "linguiça" e pelo gordo senhorio que vivia levando cacetadas assim que entrava pelo pátio.

Uma série singela e simples que mostrava muito mais do que o mero humor... haviam também críticas sociais, culturais e até políticas embutidas na série. Descubra então tudo isso ouvindo esse nosso novo BadernaCast, onde falamos sobre o criador Roberto Gómes Bolaños, comentamos sobre todos os personagens e alguns episódios, e ainda debatemos ao final para saber se Chaves, hoje, tem qualidade ou não.

Com vocês, o Chaves do oito:



*Deixe seus comentários que iremos ler nos próximos BadernaCasts!

11 comentários:

  1. Seu Madruga (Don Ramon},todos pápeis que ele fez foram todos muito engraçados.
    Eu Adoro O Chaves e Chapolin. Tenho alguns DVD´s deles. Inclusive o episódio mais massa do chapolin, na minha opinião, aquele que o seu madruga se veste de pantera cor-de-rosa
    kkkkkkkkkkk.
    Na verdade, pra mim essa é a melhor cena de comédia que eu já vi na minha vida e tmb a melhor atuação.
    Lembrando que a pantera cor-de-rosa e só uma cena do episódio, já que é um episódio que fala dos filmes rodados no estúdio em que o Chapolin ta visitando.
    Abraços Marcel e Ótima Quinta!

    ResponderExcluir
  2. Marcel,
    Passando por aqui para desejar um Feliz 2011.
    Que o ano nos traga muita paz, alegria, energia positiva e
    realizações. Estenda aos amigos, amigas e familiares.
    Feliz Ano Novo - 2011
    Abraço

    William
    www.tocadowilliam.com

    ResponderExcluir
  3. Saalveee!!

    Desejo um Feliz 2011

    Paz, Harmonia, Vida Longa e Próspera kk

    Abç!

    ResponderExcluir
  4. Tá de parabéns esse badernacast!
    Chaves, nossa quanto tempo eu não assisto, mas já assisti muito, todo dia eu sentava na sala e brigava com meu irmão por causa do controle pra poder assistir ao chaves. hahaha
    E no final das contas ele gostava, e acabava se convencendo a assistir também!
    Enfim, muito bom, não deu pra ouvir inteiro por causa do tempo, correria total ainda mais final de ano, mas ficou muito fera... Parabéns!
    Um grande abraço a todos ai do baderna e um ótimo 2011, sucesso para vocês.

    ResponderExcluir
  5. Sensacional esse cast. Caramba cara, nunca tinha ouvido um cast falar com tanta propriedade sobre Chaves.

    Vocês me fizeram perceber que Chaves é um seriado de camadas: Quando você é pequeno você dá risada do humor corporal que o seriado tem e mais nada, mas a medida que você vai crescendo, você percebe que Chaves não era apenas isso, era uma critica social, com personagens ultra marcantes e reais, pois como vocês disseram, não existe vilão ou mocinho no Chaves e eu completo isso, assim como na vida real não existe ninguém totalmente ruim e totalmente bom. Um pessoa como a Dona Florinda, por exemplo, se você não conhece ela direito vai pensar que ela é simplesmente a pessoa mais ruim do mundo, mas conhecendo ela bem sabe que ela tem sua humanidade e isso nos faz lembrar que as vezes a gente julga muito antecipadamente uma pessoa sem realmente conhecê-la.

    Em Chaves as crianças são crianças, sem aquela babozeira clichê de criança prodígio que outras obras tentam fazer. Crianças brigam o tempo inteiro e depois fazem as pazes.

    Eu cheguei a ler o livro do Chaves e assim como a série tem os seus momentos tristes, principalmente no começo quando o Chaves foi abandonado pelos pais e foi morar na rua onde conviveu com vários trombadinhas que usavam drogas até o dia que ele conheceu a vila. Alguns episódios da série são contatos no livro para visão inocente do Chaves e ai você percebe a genialidade do Chesperito.

    Sobre a confusão do Bolanos e o Villagran, o próprio Villagran disse que ele namorava com a atriz que faz a Florinda no começo, porém o Bolanos fez a cabeça dele dizendo que era politica da televisa que os atores não namorassem para não dar confusão e se a diretoria do canal soubesse disse demitiria todos envolvidos e assim eles separaram. Depois que o Bolanos começou a namorar com a Florinda, o Villagran ficou puto. Segundo o Bolanos, ele nunca disse nada sobre esse politica da Televisa e ele afirma que o Villagran simplesmente não aceitou o termino do namoro e muito menos que um amigo pegasse a sua ex.

    Chaves poderia dar certo, mas eu acho que não é certeza. Um seriado que usa o mesmo tipo de humor hoje é Bob Esponja e faz um baita sucesso, mas também só ele. Acho que o sucesso do Bob é que ele é como os filmes da pixar, tenta ser algo agradável para adultos também. Com certeza se Chaves fosse feito hoje, tudo isso seria levado em conta para fazer um humor inocente que agradasse jovem e adultos de hoje como o Bob Esponja.

    É isso e até mais

    ResponderExcluir
  6. Sensacional esse cast. Caramba cara, nunca tinha ouvido um cast falar com tanta propriedade sobre Chaves.

    Vocês me fizeram perceber que Chaves é um seriado de camadas: Quando você é pequeno você dá risada do humor corporal que o seriado tem e mais nada, mas a medida que você vai crescendo, você percebe que Chaves não era apenas isso, era uma critica social, com personagens ultra marcantes e reais, pois como vocês disseram, não existe vilão ou mocinho no Chaves e eu completo isso, assim como na vida real não existe ninguém totalmente ruim e totalmente bom. Um pessoa como a Dona Florinda, por exemplo, se você não conhece ela direito vai pensar que ela é simplesmente a pessoa mais ruim do mundo, mas conhecendo ela bem sabe que ela tem sua humanidade e isso nos faz lembrar que as vezes a gente julga muito antecipadamente uma pessoa sem realmente conhecê-la.

    Em Chaves as crianças são crianças, sem aquela babozeira clichê de criança prodígio que outras obras tentam fazer. Crianças brigam o tempo inteiro e depois fazem as pazes.

    Eu cheguei a ler o livro do Chaves e assim como a série tem os seus momentos tristes, principalmente no começo quando o Chaves foi abandonado pelos pais e foi morar na rua onde conviveu com vários trombadinhas que usavam drogas até o dia que ele conheceu a vila. Alguns episódios da série são contatos no livro para visão inocente do Chaves e ai você percebe a genialidade do Chesperito.

    Sobre a confusão do Bolanos e o Villagran, o próprio Villagran disse que ele namorava com a atriz que faz a Florinda no começo, porém o Bolanos fez a cabeça dele dizendo que era politica da televisa que os atores não namorassem para não dar confusão e se a diretoria do canal soubesse disse demitiria todos envolvidos e assim eles separaram. Depois que o Bolanos começou a namorar com a Florinda, o Villagran ficou puto. Segundo o Bolanos, ele nunca disse nada sobre esse politica da Televisa e ele afirma que o Villagran simplesmente não aceitou o termino do namoro e muito menos que um amigo pegasse a sua ex.

    Chaves poderia dar certo, mas eu acho que não é certeza. Um seriado que usa o mesmo tipo de humor hoje é Bob Esponja e faz um baita sucesso, mas também só ele. Acho que o sucesso do Bob é que ele é como os filmes da pixar, tenta ser algo agradável para adultos também. Com certeza se Chaves fosse feito hoje, tudo isso seria levado em conta para fazer um humor inocente que agradasse jovem e adultos de hoje como o Bob Esponja.

    É isso e até mais

    ResponderExcluir
  7. Desejo à todos os amigos blogueiros que conheci em 2010 um ano novo maravilhoso.
    Cheio de paz, amor, saúde, liberdade e criatividade!

    http://sabordaletra.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Chaves com certeza alegrou e alegrará a infancia d mts gerações!!

    Passando para t desejar um Próspero e Feliz Ano Novo!

    Beijoos

    http://cabecafeminina.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Eu nunca gostei do Chaves ... fazer o que rs
    Talvez pq eu não goste de nenhuma programação mexicana...novelas e afins... hehe

    Marcel, vim desejar um ótimo 2011, com paz,sucesso, saúde e prosperidade pra vc e sua família...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Seu Madruga era o grande personagem de Chaves. Um dos melhores episódios é o que se passa no hotel.

    Feliz 2011 aos integrantes do Badernacast.

    Grande abraço

    ResponderExcluir
  11. Nossa Marcel, vc foi o único que não viajou na maionese e os outros não entendiam. O Chaves faz sucesso com criança até hj sim, tanto que ele e o Chapolin estrearam com muito sucesso no Cartoon Network, o desenho animado faz um grande sucesso e vem até show pro Brasil.

    Mas a grande ironia é que o Bolaños nunca fez intencionalmente hmor pra crianças. Ele disse sempre que sempre queria fazer um programa pra todos.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...