Textos, Imagens, Humor, Críticas, Literatura, Música, Filmes, Séries, Desenhos, Quadrinhos, Internet, Notícias e alguma sacanagem sadia...

segunda-feira, 21 de março de 2011

Conto Degenerado #2

ASPÁRBIA – Capítulo 2

Destrinchando A Essência de Ione


Como mencionado no primeiro capítulo (leia aqui para relembrar), Aspárbia era um reino estranho e desconhecido, governado por uma rainha estranha e que desejava muito se fazer conhecer: Ione!

Filha única, nasceu com o dom do sexo e desde bem jovem foi um problema para a família real. Aos treze anos de idade já envergonhou seus pais ao ser pega pelos guardas da corte bêbada, praticando sexo oral em um mendigo perneta numa esquina escura. O escândalo ainda ganhou maiores proporções, pois Ione ofereceu-se à tropa para que eles não revelassem o episódio a seus pais. Pra seu azar, o chefe da guarda era viado e não permitiu que seus capatazes dessem cobertura (nos dois sentidos!) à impura princesa.

Tornou-se Rainha de Aspárbia aos 24 anos, quando seus pais faleceram em um acidente que nunca foi desvendado. Os corpos do rei e da rainha foram encontrados nus nos jardim do castelo, o dela por baixo e o dele por cima, em uma manhã de inverno. Supõe-se que morreram congelados, transando na neve ao tentar realizar alguma fantasia sexual.

Ione não tinha travas, nunca teve. Com o avançar da idade, tornou-se uma mulher devassa e vulgar, que pensava em sexo e orgias o tempo todo, e tinha preferências por homens mais jovens e bonitos. Rejeitou a religião por gostar mais do carnal e acreditar que divindades não poderiam satisfazê-la. Em sua sede constante de fêmea no cio, a rainha aloprava o tempo inteiro. Fez de Aspárbia um país onde as leis eram suas cúmplices de putaria.

Tinha preferências estranhas e lançava modas torpes. Seus cabelos louros eram pintados uma vez por semana e ensebados com óleo de bagaceira após cada lavagem para que mantivessem o viço. Suas roupas eram todas bordadas de escandalosos paetês. Usava maquiagem forte e óculos escuros o tempo todo, de modo que ninguém nunca havia visto seus olhos. Do pescoço pendia um cordão com um crachá que acomodava-se em seus seios, onde lia-se: ‘Rainha de Aspárbia’, em uma mensagem holográfica que fazia com que as pessoas, para ter acesso ao conteúdo, aproximassem seus rostos do colo de Ione e desfrutassem de seu inebriante aroma feronômico.

Como boa devassa que era, Ione mantinha três amantes que eram escolhidos a dedos (a dedos mesmos!) e a cada ano os substituía por outros três mais novos e fogosos, concedendo-lhes aposentaria e ‘invalidez sexual’ vitalícias. Porquê ‘invalidez sexual’?! Simples: cada amante aposentado de Ione, na ocasião do ‘supremo ritual de bota fora’ tinha seu membro castrado e armazenado em um refrigerador nos aposentos reais. Ione colecionava pênis! E gargalhava a cada decapitação peniana, guardando os pênis decepados e chamando-os carinhosamente de "picolés". Cada membro recém chegado à coleção era batizado com o nome de um sabor. Nessa vasta coleção o ‘de chocolate’ e o ‘de abacaxi’ tinham lugar de destaque por terem pertencido aos amantes que mais davam no couro: o ‘de chocolate’ pertenceu ao ‘Nêgo-Gostoso’ de Ione; e o ‘de abacaxi’ ao ‘Vigarista-GG’. Contabilizava 23 anos de mandato e, como decepava três amantes por ano, tinha em sua coleção 69 pênis durinhos, guardados no congelador. 69... número bastante sugestivo!

Com toda sua devassidão e apetite sexual, a rainha fazia com que a putaria imperasse no país de Aspárbia! Havia uma questão que deveria assolar Aspárbia: o que seria do reino futuramente com a morte da Rainha Ione, uma vez que ela não tinha herdeiros? Porém, seus habitantes tinham outros envolvimentos que impediam de pensar nisso: sexo, drogas e folia!

*No próximo capítulo: A População de Aspárbia

25 comentários:

  1. hahahahaahaha não esperava um post assim...ri demais das ilustrações!

    ResponderExcluir
  2. Putz.. sensacional!
    Ri em muitos trechos.. o mais legal é a escolha da narrativa meio "conto de fadas"... Muito bom!

    ;D

    ResponderExcluir
  3. ehheheheh, nossa, eu ri muito bem, realmente fiquei surpreso com o final da história.

    ResponderExcluir
  4. hahahaha
    muito bom, d+...
    da uma passada no meu blog tbm:
    http://ramonborges89.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Muito bom kkkkk, com tantas transas essa mulher deveria ter uns trintas filhos, não perdou nem o perneta kkkk

    abraços

    Leandro
    www.emquestao.org

    ResponderExcluir
  6. Não esperava um final como esse.

    Passe lá no meu blog. :P

    www.filosofandoonline.com.br

    ResponderExcluir
  7. gostei do conto [: a ione me lembrou a carlota joaquina eaewaeaeaeawe. que mundo doido deve ser essa esparcia.. pode cre curti o bom humor e falta de pudor no escrever.
    se quiser passar no meu blog:http://inversopoemas.blogspot.com/2011/03/adao-alulim-e-algua-viva-imortal.html

    ResponderExcluir
  8. Aqui relendo a história fiquei imaginando se por uma acaso essa rainha não teria sido, sei lá, inspirada numa certa Antonieta, teria? Bom, de qualquer modo, o conto tá pra lá de engraçado, picante e imaginativo, rs, hehe

    ResponderExcluir
  9. Ninfomaníaca? Louca?
    Sei lá, viu?
    Tenho medo dessa mulher, rs!

    :)

    ResponderExcluir
  10. Nussa, que conto realmente devasso. Morri de rir. Em alguns momentos até lembrei de uma rainha antiga, que ficou conhecida por ser má. Essa ai também me fez lembrar da Lady Gaga.

    ResponderExcluir
  11. kkkkkkkkk.. adoreii o post e seu blogg
    Parabénss
    Bjss

    Raquel Sampaio Miranda
    www.essencialhumano.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. kkkkkkk, muito criativo. Foge bastante dos padrões, e traz o assunto do sexo aberto sem ficar vulgar.'
    Bom trabalho!

    ResponderExcluir
  13. Parabéns muito criativo...muito bom os textos eo blog.

    ResponderExcluir
  14. o melhor e a narrativa da historia!
    fico massa
    so que pra pessoas PREGUISSOSAS como eu fico um poco grande!
    confesso que li pelos "comentarios positivos" e concordo com eles
    bejao

    http://opiniaonasquatrolinhas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Huahuahuahauhau, gostei bastante da forma como tratou do sexo, sem se tornar algo vulgar e "violento" (mesmo com as imagens "ilustrativas" rs)
    Foge msm dos padrões, super criativo!

    Beijinhos

    ---
    www.jehjeh.com

    ResponderExcluir
  16. Que conto interessante ri bastante, gostei do seu blog.

    ResponderExcluir
  17. Se de criatividade vive um blog, o seu sera eterno! rsrsrsrsrs
    Parabens, esta convidado a me visitar...bjs

    ResponderExcluir
  18. bom d+, gostei... :d

    visite meu blog:
    http://ramonborges89.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  19. olá,

    Pelo menos a ninfomaníaca não era corrupta e nem se locupletava.

    abraços

    ResponderExcluir
  20. haaha....eita...muito legal...vo ler a 1 parte agora eee

    ResponderExcluir
  21. kkkkkkk, chaga tive um susto quando abri o Blog, ri demais!

    ResponderExcluir
  22. hahaha putz, foda que abri essa parada no meio do escritório, todo mundo olhando mas nem deu pra parar de ler! Muito bom!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...